Página Inicial

Aprosoja alerta Secretaria de Segurança sobre conflitos e invasões no Paraná

Publicado em 6 de abril de 2018

A Associação dos Produtores de Soja e Milho do Paraná (Aprosoja PR) pediu à Secretaria de Segurança do Paraná que tome medidas preventivas para evitar conflitos entre movimentos sociais do campo e produtores rurais por conta da prisão do ex-presidente Lula, decretada pelo juiz Sérgio Moro nesta quinta-feira (5/4).

Em ofício, o presidente Marcio Bonesi pediu que haja monitoramento das forças policiais para evitar invasão de propriedades privadas. Segundo ele, há informações de que movimentos ligados ao MST estudam obstruir rodovias no estado em protesto contra a prisão do ex-presidente.

Segundo informações publicadas pela imprensa, as invasões ocorrem de norte a sul do país. Na Paraíba, as duas principais rodovias do estado foram fechadas, a BR-101 e a BR-230. Em Sergipe, o MST bloqueou a rodovia Lourival Batista (SE-270), na altura do povoado Taboca, em Itaporanga d’Ajuda.

Na Bahia, a BR 235 foi bloqueada na altura do município de Casa Nova. Os manifestantes usaram galhos e pneus para atear fogo e impedir o trânsito na rodovia. Também houve bloqueios em Minas Gerais, na rodovia Fernão Dias, mas não há detalhes sobre o local do bloqueio. No norte do país, o MST também diz ter fechado a BR 155, em Marabá.

 

Texto: Aprosoja Brasil